21 de dezembro de 2008

A chegada para o Natal antecipado em BH




Rafael, foi só alegria. Seu pai, eu e você fomos na noite do dia 12, uma sexta-feira. Eu naquela ansiedade, né? Imagine, barriguda, há quatro meses sem pisar na cidade, sem ver a maior parte da família desde o início do ano... o coração palpitava só de pensar. A vó Paula e o tio Pedro nos pegaram no aeroporto. Assim que nos viu, o Pedro veio correndo para o abraço. Foi tão espontâneo, que eu adorei. De repente ser surpreendida com ele correndo na minha direção. Como eu amo esse irmão! Caía uma chuva torrencial em BH, deu até medo... mas a gente foi para casa conversando o tempo todo. Sua vó percebeu que eu estava preocupada, porque eu dizia: "Mãe, vai devagarinho!" Ela: "Tô indo filha, mas não tenho medo de chuva!" Engraçado, porque eu tenho! O Pedro foi atrás, comigo, segurando a barriga, para te sentir mexer. Ele foi felizardo, sentiu algumas vezes ao longo do fim de semana. Chegamos em casa tarde e eu já estava morta de cansaço. Nem aguentei sair para encontrar a Bia, que nos chamou para ir na tal Enoteca, que acabamos voltando sem conhecer. Se dependesse do seu pai a gente tinha ido, mas eu não consegui. Também, só de estar em casa, em família, eu já estava mais do que feliz. Seu pai e o Pedro ainda jogaram um video game lá... e eu a vovó conversamos um pouco. Antes de dormir, pedi para ela deitar lá comigo um pouco e logo chegou o paparazzo. Fez fotos lindas da gente juntos. A cara dos três já demostra o deleite... estar em família não preço!

Um comentário:

biamignolo disse...

Que delícia de encontro, estava com saudades.
Amiga linda, foi muito bom te ver, linda, saudável e principalmente feliz.
Incrivel como a vida é mágica, hoje achei uma foto nossa na casa da Renata, no carnabelo na Afonso Pena... tínhamos 19 anos e muitos plano, sonhos e eu, delírios...
Sábado foi amigo invisível na casa da Luisa, me lembrei tanto daquele "inimigo" no japa, como foi bom!
É Pri, crescemos mesmo!
Saudades de vc aqui, de acompanhar de pertinho essa nova fase da sua vida. Mas mesmo de longe, tenha certeza que estou sempre perto.